São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Futebol 30/06/2014

Pub paulistano torna-se holandês, e ‘torcida local’ vivencia grande virada

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade
Ambiente no O'Malley's uma hora e meia antes do jogo (Esportividade)

Ambiente no O’Malley’s uma hora e meia antes do jogo (Esportividade)

O que é comum de se ver em muitos bares durante jogos do Brasil aconteceu também no O’Malley’s, em São Paulo, no domingo passado, dia 30 de junho de 2014, mas as cores e a seleção preferida da torcida eram outras. Em vez do verde e do amarelo, prevaleceu o laranja da equipe holandesa, que tentaria passar pelo México e classificar-se às quartas de final da Copa do Mundo.

Ambiente no O'Malley's uma hora e meia antes do jogo (Esportividade)

Ambiente no O’Malley’s uma hora e meia antes do jogo (Esportividade)

O pub localizado no Jardim Paulista, na zona oeste, já recebia torcedores da Holanda às 11h30, uma hora e meia antes de a partida começar no Castelão, em Fortaleza. Existiam referências ao time três vezes vice-campeão mundial: até foi colocada uma bandeira holandesa na fachada do estabelecimento. Não estavam lá, porém, só holandeses: também havia brasileiros admiradores do futebol jogado no país europeu.

O O’Malley’s começou a encher e, às 13h, era difícil conseguir se movimentar por lá, especialmente no piso superior do bar, onde foi instalado um telão. A superioridade do México no primeiro tempo e o pênalti não marcado em Arjen Robben não abalaram a confiança da torcida holandesa. No segundo tempo, no entanto, o gol mexicano de Giovani dos Santos, a substituição de Robin van Persie e o fato de as jogadas da equipe de laranja parecerem nunca dar certo criaram uma angústia no pub, e a eliminação holandesa parecia próxima.

Vibração com primeiro gol da Holanda (Esportividade)

Vibração com primeiro gol da Holanda (Esportividade)

Só que aquela confiança da torcida, principalmente em Robben, foi justificada. Quando já se começava a pensar em acréscimos, Sneijder acertou um belo chute, igualou o placar e fez os torcedores holandeses do O’Malley’s pularem de alegria. Seis minutos depois, já no tempo acrescido, Arjen Robben tentava avançar pela área quando sofreu pênalti. Huntelaar, substituto de Van Persie, não desperdiçou a cobrança. A festa e a classificação se garantiram.

O jogo das quartas de final contra a surpreendente Costa Rica, que eliminou nos pênaltis a Grécia, será outra “invasão holandesa” ao pub paulistano. A partida começará às 17h de 5 de julho, sábado.

Mais da série “Copa do Mundo na cidade”:

Série “Copa do Mundo no estádio”:

Série “Copa do Mundo com todo mundo”:

Deixe seu comentário


Enviando esse comentário estou ciente da política de privacidade deste SITE JORNALÍSTICO.