São Paulo - região metropolitana
BUSCA
DE EVENTOS
BUSCA DE EVENTOS
Corrida de rua 31/12/2019

São Silvestre-2019 tem menos ‘pipocas’, mais inscritos e apoio popular de sempre

Por Andrei Spinassé, editor do Esportividade

“Km 41” (na verdade, 14) da São Silvestre tem cerveja (Esportividade)

Fotos: clique aqui e encontre as suas.

Resultados: clique aqui e confira o seu.

A Corrida Internacional de São Silvestre de 2019 foi a que visivelmente menos teve a participação dos “pipocas” – pessoas que correm sem estarem inscritas – nos anos mais recentes, resultado de uma campanha iniciada após a falta de água de três anos atrás e de novas medidas adotadas desde 2017.

camVocê em ação na corrida: encontre e baixe sua foto
Clique aqui para ver suas fotos como participante da Corrida de São Silvestre de 2019; ache as de amigos também!

O limite de participantes foi aumentado de 30 mil para 35 mil em 2019; apesar de o percurso de 15 km estar obviamente cheio, não estava lotado, e correr (bem) foi possível já a partir da descida do Pacaembu.

Controle de acesso pré-largada da São Silvestre-2019 (Esportividade)

A entrada de “pipocas” na área de largada foi dificultada, já que, pelo terceiro ano consecutivo, os atletas acessaram a avenida Paulista após passagem por zonas de controle montadas em travessas. Em 2019, o gradil foi estendido até o início da rua Major Natanael. É claro que alguns não inscritos participaram da 95ª edição da prova, mas bem menos que em anos anteriores.

Pré-largada da São Silvestre-2019 (Esportividade)

A organização fortaleceu-se desde o incidente de 2016, e o kit pré-prova, incluindo café, macarrão e protetor solar, por exemplo, melhorou, mas a camiseta – muito parecida com a de 2017 –, o preço – R$ 197,50 – e a falta de frutas pós-corrida geraram reclamações.

Túnel foi “catarse coletiva” na São Silvestre-2019 (Esportividade)

Não é possível reclamar do clima da São Silvestre. Mais uma vez, os corredores (alguns deles correram fantasiados) e os espectadores deram um show à parte. Já no primeiro quilômetro, a passagem pelo túnel José Roberto Fanganiello Melhem foi de arrepiar. Os atletas gritaram e colocaram sentimentos para fora, e ali realmente a São Silvestre começou a mostrar por que é, há tanto tempo, um “rito de passagem” de ano.

Avenida Rio Branco, uma das vias da São Silvestre-2019 (Esportividade)

Fazia calor, mas com temperatura abaixo de 30ºC, e todo o apoio popular era bem-vindo. Após a dura e quente subida do viaduto Orlando Murgel e a “interminável” reta da avenida Rio Branco, os corredores, enquanto viam cartões-postais do centro de São Paulo, tinham de guardar energia para o próximo grande desafio, a famosa subida da avenida Brigadeiro Luís Antônio, muito comentada nos quilômetros anteriores.

Atleta bebe cerveja na São Silvestre-2019 (Esportividade)

Desde o início da subida, os espectadores estavam lá para ajudar os corredores, fornecendo a eles desde apoio moral até copos de água. O ápice disso foi, outra vez, o km 14 (ou, segundo uma brincadeira, “41”, uma referência à “maratona de São Silvestre”), onde as pessoas que ali estavam entregavam cerveja para os corredores. Esse foi um incentivo a mais para percorrer o último trecho da Brigadeiro.

Reta final da São Silvestre-2019 (Esportividade)

A curva à direita, dando acesso à avenida Paulista, representou a sensação de “eu consegui” – mesmo antes da chegada. Ao concluírem a prova, os atletas caminharam alguns metros para obter a tão bela, esperada e suada medalha.

Saída de túnel da 95ª São Silvestre (Esportividade)

O queniano Kibiwott Kandie venceu a 95ª São Silvestre após um sprint nos metros finais e ainda bateu o recorde da prova: 42min59s. Recordista mundial da maratona, a também queniana Brigid Kosgei foi campeã (48min54s).

Leia também:
Participação feminina na São Silvestre quase triplica em 15 anos e bate recorde

Comentários


  • Henrique disse:

    O que era uma corrida tradicional popular passou a ser um evento totalmente elitizado ao proibirem a entrada de pipocas. Afinal, qual setor da população tem condições de pagar 200 reais por pessoa pra correr? Hoje, vi centenas (arrisco dizer milhares) de corredores pipocas que ficaram sem correr. Pessoas que estavam ali apenas para utilizar-se de um espaço público para exercer uma atividade de lazer e comemorar a passagem de ano. Acompanho a São Silvestre há cinco anos e, desde as ações anti-pipocas que começaram em 2017, o clima geral do evento desmoronou. Muito menor auto-astral, muito menos gente fantasiada.
    Também não permitiram o acesso à Av. Paulista nem para as pessoas que queriam ver seus familiares correndo e acompanhar a festa. Pessoas que viajar o Brasil inteiro (ou até mesmo vieram de fora do país) tiveram que permanecer nas ruas paralelas à avenida, sem visão. Tudo isso graças à (des)organização do evento.
    Em uma corrida no último de ano na maior cidade do hemisfério sul, a organização dos últimos anos pode ser resumida em uma única palavra: vergonha.
    Esse ano mataram a São Silvestre.

  • Rozildo Luiz da silva disse:

    Bom dia gostaria de munica que nao deu pra ir retirá o kt por motivo de saúde machuquei a coluna gostaria de resebe meu kt

  • Ana Cláudia disse:

    Um absurdo foi proibir o público acessar a Av Paulista para acompanhar a largada e a chegada, fomos proibidos mesmo com grades, funcionários da organização e Policiais Militares, só liberaram após as 10h, ou seja, a corrida já havia acabado, fomos acompanhar o meu marido na corrida e nosso filho de 4 anos não pode ver nafa, a alegria da largada e os personagens que vemos na corrida. Fiquei decepcionada de ir longe ver a corrida e nada.

  • Lisiane Comarella disse:

    Parabéns a todos pela organização,porém pelo valor da inscrição o kit poderia ser melhor e sim ter frutas e outro tipo de hidratação que não fosse água no final. Qualquer outra corrida com valor menor tem Gatorade ou água de Coco no kit ou no final pra hidratada . Fica a dica pra próxima. No mais tudo maravilhoso
    Parabéns

  • Almir Sales Da Silva disse:

    Quando vou saber a classificação no pelotão geral da São Silvestre?

  • Roberto Carlos Paulino de Santana disse:

    Um Grande e Maravilhoso Evento,a cada Ano me admiro mais em participar.Obrigado a Todos

  • MARIA DAS GRACAS SANTOS FERNANDES disse:

    Quero saber o tempo do meu marido
    Cosme gama de amorim
    16243

  • Cosme gama de amorim disse:

    Melhor corrida da minha vida
    Espero ser o campeão 2020

  • Raimundo Nonato disse:

    Bom dia Sr.
    Foi muito boa graças à Deus fiz em 1.39 minutos. Pra mim e muito gratificante prática esporte; é essa foi especial porque foi minha primeira corrida na são Silvestre. Amei

  • Ricardo borges disse:

    Sensacional a corrida de São Silvestre participo a dois anos e me emociono sempre

  • James disse:

    Seria muito legal ver esse apoio nas 2 maratonas de verdade que tem em SP.
    O povo reclama que não tem acesso e nas corridas que podem acessar não vão.
    São Silvestre virou corrida pro pessoal tentar aparecer na globolixo. Lamentável

  • Ricardo Borges disse:

    Parabéns a organização pela restrição dos “ pipocas”
    Mais uma verba São Silvestre.
    Lugar de “ pipoca “ é na panela kkkkkkkkkk

  • Vergonha ,não acho meu tempo ,meu nome ,meu n. De peito para poder ver meu tempo ,falta de respeito com os atletas pagar $197.5 Para não poder ver seu desempenho ,

    Organização vergonhosa

  • eliane disse:

    O aumento de inscrições de 30 para 35 mil impactou de forma negativa na corrida,que ficou congestionada do início ao fim, para correr os corredores tinham de ficar desviando em zigue zague dos inúmeros participantes que já estavam caminhando desde o KM 7,5 (metade do percurso)… vejo que a organização só visa o lucro ao invés de permitir que os participantes tenham uma boa experiência ao participar da corrida.

  • eliane disse:

    Achei a camiseta de péssima qualidade, não condiz com os quase 200 reais pagos na inscrição, muito inferior à camiseta de 2018 (94ª São Silvestre). Há corridas, como a corrida das estações, que custam menos e tem camiseta e kit muito melhores.

  • andréa disse:

    gostaria de receber informações sobre a corrida de são silvestre 2020

  • Deixe seu comentário